domingo, 31 de Agosto de 2014

E SE SE FOSSEM FODER ?!?!?...



Estes idiotas estão a dar cabo do que resta do Benfica....

Dirigentes, técnicos, jogadores... e toda a corja de chulos e comilões que gravitam à volta do universo Benfica...


Recebemos, esta tarde, os tristes dos viscondes falidos, com uma equipa absolutamente vulgar, conforme se pode verificar pela ficha de jogo. Uma equipa de tostões, na verdadeira acepção da palavra: no seu valor real, do ponto de vista financeiro e patrimonial, assim como na sua qualidade individual e colectiva e no futebol jogado.
E apesar de termos marcado cedo, ficámo-nos por aí...
Depois do golo, foi um festival de asneiras!!!

A começar com o idiota do Artur, que conseguiu transformar uma jogada absolutamente banal e inofensiva num golo adversário. O infeliz já tinha feito uma série de asneiras, mesmo antes de oferecer o golo. Mas o brinde, na devolução de um passe da nossa defesa, em que consegue acertar nas costas de um adversário, é do mais patético e revoltante que se pode imaginar...
Mas não há quem tenha dois dedos de testa e olhos na cara para ver que o gajo até pode defender dez penalties em dez, mas que não pode jogar na baliza porque dá frangos nos lances mais impensáveis e oferece - literalmente!... - golos e pontos aos adversários.
Não há ninguém que lhe parta um braço, para obrigar o Jesus a tirá-lo da baliza?!?!?...
Se funcionou com Oblak, também deve funcionar agora...





E já agora, não há quem explique a uns quantos filhos de puta que andam por aí a passear o equipamento, que o futebol é um jogo colectivo, cujo objectivo é marcar golos e não os sofrer e, assim, vencer as partidas?!?!?...
E que, para se conseguir esse objectivo, não é preciso andar sempre a fazer habilidades circenses, mas antes enfiar a bola no fundo da baliza?!?!?...

Abram as orelhas, seus porras: se fosse comigo, para ajustarem o vosso nível de proficiência, passavam os treinos sózinhos, cada um para o seu lado, a chutar para a baliza, até acertarem nela convenientemente!!!...

Mas, não...
Em vez disso, passam os dias em paneleirices de sessões de autógrafos e em convocações para os jogos, via telemóvel...
FODA-SSSSSEEEEEEEEEEEEE!!!


O Benfica não pode ser isto!!!
Enquanto o Benfica não deixar de ser Fan zone's e merchandising, estamos completamente fodidos!!!
... E vamos continuar a ganhar só de vez em quando... mesmo quando os adversários jogam apenas o que os viscondes falidos jogaram hoje!...

Acorda, Benfica!!!



.......................................................................................

BENFICA, 1 -  SPORTING, 1
Liga 2014-2015  -  3ª jornada

31/08/2014, 19:00 horas, Estádio da Luz, cerca de 62.000 espectadores.
Transmissão BenficaTV1

ÁRBITROS: Pedro Proença; Paulo Soares e André Campos; Tiago Antunes.

BENFICA: Artur; Maxi Pereira, Luisão, Jardel e Eliseu; André Almeida, Enzo Peréz, Sálvio  e Gaitán; Talisca (Derley, 86 min.) e Lima.
Suplentes: Júlio César, Lisandro López, Samaris, Ola John, Pizzi, Bebé e Derley.

SPORTING: Rui Patrício; Esgaio, Maurício, Sarr e Jefferson; André Martins (Rosel, 81 min.), William Carvalho e Adrien (Mané, 79 min.); Carillo (Capel, 60 min.), Slimani e Nani.
Suplentes: Boeck, Paulo Oliveira, Rosel, Capel, Mané, Montero e Tanaka.


MARCADOR: 1-0, Gaitán, 12 min.; 1-1, Slimani (Artur!!!), 20 min.
.......................................................................................



PS - Buonanotte Principessa...

quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

Pobre, muito pobre, paupérrima...



Visita do campeão ao Bessa, na 2ª jornada da Liga 2014-2015...
Vitória (0-1), numa exibição pobre, muito pobre, paupérrima...

Muito satisfeito pela vitória, claro!...
... E muito preocupado pelo futuro, tão mau tem sido o futebol jogado e tão pobre tem sido a presença da equipa...

Entrámos bem no jogo e, na verdade, o Boavista nem sequer existiu...
Nos minutos iniciais, o futebol até prometia, mas a finalização das jogadas foi sempre uma pecha no nosso futebol. Com o Boavista completamente desaparecido, o nosso miolo ia dando conta do recado, mas do meio campo para a frente as coisas nunca estiveram bem... e vieram sempre a piorar!
Espelho disso mesmo foi o facto de ter sido necessário um remate de Eliseu, aos 44 minutos, de fora da área, no qual o guarda-redes adversário podia ter feito mais... (ainda bem, para nós, que não o fez!...) para se inaugurar o marcador.



Mas, na 2ª parte, quando se pensava que as coisas estariam mais fáceis, eis que o nosso futebol apareceu ainda pior e, em sentido contrário, o adversário apareceu empertigado e muito mais activo.
O que é especialmente preocupante é que estamos a falar de um adversário com um plantel muito limitado e que, segundo me parece, é sério candidato a fazer uma época miserável... em direção à descida de divisão...


Estou, realmente, muito preocupado, tal foi a mediocridade do nosso futebol...
É verdade que a pré-época foi miserável. Mas a época regular tem sido, ainda e sempre, a descer! Porra!!!
Talisca está nesta equipa a fazer o quê?...
Lima marcará um golo nos próximos meses?...
Jara sabe o que é suposto fazer numa partida de futebol?...
Ola John já acordou?...
Sálvio vai começar a jogar futebol?...
A nossa defesa vai perceber que, mesmo em fora de jogo, às vezes os bois de preto validam os golos?...

Enfim... mau demais para ser verdade!

Desta vez, consigo fazer um elogio a um jogador nosso: Eliseu.
Pelo golo que marcou, e pelo remate que, também de longe, fez ao minuto 25, para uma grande defesa do guardião adversário. É verdade que não jogou muito por aí além, mas... foi quem se safou...

É confrangedor ver este nosso futebol... pobre, muito pobre, paupérrimo!!!...




PS - Reitero o que disse no último comentário: vai ser preciso haver sangue - muito sangue!... - para pôr em sentido os filhos de puta dos gajos do apito. Depois do que fez Cosme Machado, na Luz, e do que fez Marco Ferreira, no Bessa, alguém acha que temos alguma hipótese de disputar, sem sermos roubados, este campeonato?...
Filhos de puta!!!



.......................................................................................

BOAVISTA, 0 -  BENFICA, 1
Liga 2014-2015  -  2ª jornada

24/08/2014, 19:30 horas, Estádio do Bessa, cerca de 11.000 espectadores.
Transmissão SportTV

ÁRBITROS: Marco Ferreira; Nélson Moniz e Sérgio Serrão; Luís Ferreira.

BOAVISTA: Monllor; João Dias (Brito, 82 min.), Lucas, Philipe e Anderson; Idris, Tengarrinha, Beckeles  e Diego Lima (Pouga, 73 min.); Julian (Yoro, 68 min.) e Bobô.
Suplentes: Mika, Carlos Santos, Ancelmo Júnior, Anderson Carvalho, Yoro, Pouga e Brito.

BENFICA: Artur; Maxi Pereira, Luisão, Jardel e Eliseu; Rúben Amorim (André Almeida, 32 min.), Sálvio, Talisca e Gaitán (Derley, 90 min.); Jara (Ola John, 64 min.) e Lima.
Suplentes: Paulo Lopes, André Almeida, Lisandro López, Ola John, Pizzi, Bebé e Derley.


MARCADOR: 0-1, Eliseu, 44 min.
DISCIPLINA: Bobô (AA/V, 86 min.)
.......................................................................................





PS - Buonanotte Principessa...

quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

Vencer, sem convencer...


No início da liga 2014-2015, uma vitória (2-0) caseira sobre o Paços de Ferreira...
Claro que vencer é bom! Em especial quando nos últimos nove arranques da liga nunca vencemos...
Mas, bom mesmo era vencer com uma boa exibição, convencendo! E isso, decididamente, não aconteceu...


O jogo iniciou-se com o adversário mais empenhado, mais decidido e, sobretudo, mais determinado em fazer pela vida e a criar perigo para a nossa baliza.
Logo aos 5 minutos o boi de preto presenteou Enzo Pérez com o cartão amarelo, na primeira falta que este fez... a meio campo, numa vulgar disputa de bola. Enzo fez falta, mas nunca para amarelo! Cosme Machado vinha com uma vontade desmedida de mostrar serviço...
E aos 10 minutos, penalty contra o Benfica. Eliseu - que voltou a fazer uma exibição muito pobre, com muitas falhas e inúmeras idiotices... - com um adversário ensanduichado entre si e Maxi Pereira, foi imprudente e colocou as mãos nas costas do pacense, que se atirou de imediato para o chão. Cosme Machado pensou que tinha ganho o totoloto, ao poder assinalar um penalty contra o Benfica, para agradar ao patrão...
(Já anteriormente defendi que esta situação de podridão e compadrio na arbitragem - que recrudesceu depois do arquivamento do Apito Dourado... - só vai mudar quando houver mortes; sangue só, já não resolve! Não é Pedro Proença?...)


Artur fez o impensável... e voltou a defender o penalty!!!
Fico, obviamente, muito satisfeito quando os nossos atletas têm bons desempenhos.
Artur esteve bem... outra vez! Óptimo! E estou muito curioso para ver como vai evoluir a situação na baliza do Benfica, em especial depois da contratação do guarda redes brasileiro Júlio César, titular da canarinha, anunciada hoje...



O quer é facto é que a equipa continuou a não fazer um bom jogo, embora passasse a controlar mais as operações.
No ataque as coisas nunca carburaram como deviam... e como se exige a um candidato ao título. Muita indecisão, muita precipitação e, sobretudo, muito pouca qualidade no remate das jogadas...
Até que, ao minuto 25, Maxi Pereira evoluiu pela direita, flectiu para o vértice da área, tocou para Gaitán e este devolveu-lhe a bola, para o interior da área, para Maxi fazer o remate, rasteiro, de pé esquerdo, desviando para o poste mais distante e inaugurando o marcador.
Mesmo assim, o nosso futebol continuou pobre, sem criar oportunidades reais de golo.
E assim chegou o intervalo...


No regresso das cabines, o jogo manteve a toada da primeira parte, embora o Benfica dominasse com mais à vontade as operações e criasse uma ou outra oportunidade para concretizar.
Mas o futebol jogado foi, sempre, muito lento, previsível e pouco objectivo.
E, como foi timbre na época passada - e nas anteriores... - não nos livrámos de apanhar alguns sustos, por perdermos a bola em situações de ataque...
Apesar disso, aos 72 minutos, Jara desmarcou Gaitán na esquerda e este, depois de preparar o esférico, cruzou, de pé esquerdo, para a cabeça de Sálvio que, sobre a pequena área, rematou para o fundo das redes do Paços de Ferreira.


A vitória não merece contestação e foi, até, valorizada pela réplica do adversário, que se mostrou organizado e empenhado.
Mas o Benfica, para renovar o título, tem que jogar muito mais do que jogou no domingo passado, na Luz.


O resultado foi escrito, talvez, nos dois melhores lances do desafio, com duas assistências de... Gaitán.
Apesar de ter sido Maxi quem foi considerado o Man of the Match, Gaitán foi decisivo...



No lado contrário, estiveram Eliseu (como é possível falhar tanto, e tantas vezes?...), Enzo Pérez (já está em Valência?...), Talisca (já chegou ao Benfica?...) e Lima, que está desastroso na concretização...

É, mesmo (!!!), preciso jogar muito mais...



.......................................................................................

BENFICA, 2 -  PAÇOS DE FERREIRA, 0
Liga 2014-2015  -  1ª jornada

17/08/2014, 19:15 horas, Estádio da Luz, cerca de 42.500 espectadores.
Transmissão BenficaTV1

ÁRBITROS: Cosme Machado; Alfredo Braga e Pedro Fernandes; Fábio Veríssimo.

BENFICA: Artur; Maxi Pereira, Luisão, Jardel e Eliseu; Rúben Amorim, Enzo Peréz (Jara, 42 min.), Sálvio  e Gaitán; Talisca (André Almeida, 74 min.) e Lima (Ola John, 87 min.).
Suplentes: Paulo Lopes, André Almeida, Lisandro López, Ola John, Jara, Bebé e Derley.

PAÇOS DE FERREIRA: Defendí; Jaílson, Ricardo, Ricardo Ferreira e Hélder Lopes; Sérgio Oliveira, Seri, Manuel José (Barnes Osei, 67 min.), Minhoca (Rúben Ribeiro, 85 min.) e Hurtado (Vasco Rocha, 80 min.); Cícero.
Suplentes: António Filipe, Nélson Pedroso, Boaventura, Filipe Anunciação, Barnes Osei, Rúben Ribeiro e Vasco Rocha.


MARCADOR: 1-0, Maxi Pereira, 25 min.; 2-0, Sálvio, 72 min.
.......................................................................................





PS - Buonanotte Principessa...

sexta-feira, 15 de Agosto de 2014

Uma boca cheia de nada... ou de tudo!




A entrevista de Luís Filipe Vieira, esta noite, à BenficaTV, resultou numa boca cheia de nada... ou de tudo!



Cheia de nada...

... porque não fez qualquer esclarecimento plausível face a uma série de negócios muito mal explicados, como a venda de Garay, feita à pressa, antes do início do mundial, por uma quantia absolutamente ridícula...

... porque não justificou minimamente a evidente navegação à vista no que concerne à constituição do plantel para esta época desportiva, chegando ao ridículo de anunciar que "até ao dia 31 de Agosto vão chegar os reforços...", esquecendo que a época oficial já começou e que a equipa já devia estar composta...

... porque não foi capaz de justificar, mesmo que sumariamente, a total falta de senso na preparação da pré-época, nem os miseráveis resultados desportivos que a mesma retornou...

... porque meteu os pés pelas mãos, sucessivas e continuadas vezes, quando se referiu à formação e ao encaminhamento dos seus produtos para outros clubes, chegando ao absurdo de dizer que Cavaleiro, Bernardo ou Cancelo não tinham espaço no Benfica e que, por isso, iam rodar no Corunha, Mónaco e Valência, dando, portanto, a entender que, nesses clubes, teriam mais espaço para jogar...

... porque não esclareceu minimamente as razões que levaram à venda de uma palete de jogadores da equipa principal, e da formação, nem anunciou os limites dessa sangria, antes deixando no ar a possibilidade de saírem ainda outros...



Cheia... de tudo...

... porque provou, uma vez mais, ser um vendedor de banha da cobra, um surfista que salta de onda em onda para fugir ao trambolhão eminente...

... porque voltou a prometer o que já vem prometendo há uns anos - por exemplo quanto a um Benfica made in Benfica... - sem nunca sequer ter dado a menor indicação de que tivesse intenção de cumprir esse desiderato...

... porque já começou a cingir a sua responsabilidade quanto ao actual grupo de trabalho, atirando para o treinador a responsabilidade de apresentar resultados, ou seja, pondo J. Jesus a começar a cozer em lume brando...

... porque retomou o discurso, demagogo e populista, de que "o seu coração é benfiquista", que "o Benfica é dos benfiquistas", que "a SAD é que tem dívidas e não o Benfica", e que o Benfica só poderá vingar se todos apoiarem o grande líder e continuarem a comprar Red Pass's e a assinarem a BenficaTV - que voltou a ser BenficaTV e não BTV!... - e se cada vez mais pessoas se fizerem sócias...

... porque voltou a recordar que antes dele fora o caos e que, se as pessoas se deixarem levar pela emoção - e, numa lógica de causa-consequência, pela mediocridade da sua gestão desportiva, do seu amadorismo e provada incapacidade para devolver o Benfica às vitórias continuadas, em vez das vitórias excepcionais... - prescindirem dele, Luís Filipe Vieira, Rei-Sol, voltará a ser o caos completo...



Para esse peditório eu já dei. E já não dou mais!!!

Quem é mentiroso, aldrabão, medícore, incapaz, incompetente... não pode ser o presidente do Benfica...

Posso estar enganado, mas Luís Filipe Vieira vai sair do Benfica, provavelmente só dentro de dois anos, no final do mandato para que foi eleito, pela porta dos fundos e coberto de penas e alcatrão, à boa maneira dos vigaristas e aldrabões de tempos idos.

Mas acredito que vai fraccionar gravemente a nação benfiquista, porque há por aí muito incauto que ainda vai sendo enganado.
Por LF Vieira... e pela corte de bajuladores de que entretanto se rodeou, nomeadamente na BenficaTV...

quarta-feira, 13 de Agosto de 2014

Sofrimento totalmente escusado... e incompreensível


Foi um sofrimento totalmente escusado... e incompreensível, o que resultou do jogo em que se disputou a Supertaça 2013/2014, no passado domingo, com o Rio Ave...

Totalmente escusado... porque o Benfica jogou mais do que o suficiente para resolver o jogo, com muitos golos, nos noventa minutos da partida.
Totalmente incompreensível... porque não se pode criar tantas, e tais, oportunidades de golo, e não concretizar nenhuma. Pelo menos a este nível, isso é totalmente incompreensível, e inaceitável...

Ao contrário do que a pré-época faria supor, a equipa até entrou bem no jogo, a jogar rápido e a pressionar, criando desde cedo inúmeras oportunidades para chegar à vantagem.
Pelo contrário, o Rio Ave nunca esteve em posição de discutir o jogo, fosse pelo cansaço acumulado na partida da 5.ª feira anterior, fosse pela postura do Benfica. É sintomático o facto de, durante a 1.ª parte, apenas ter logrado rematar uma vez, sem qualquer tipo de perigo, e de apenas ter criado uma situação mais complicada para a nossa baliza quando Artur, sobre o final da 1.ª parte, depois de receber uma bola da nossa defesa, se lembrou de inventar, driblando um atacante adversário e quase deixando a bola disponível para outro, que estava próximo...
Artur, no seu melhor...



Do lado do Benfica, e apesar do volume e de alguma qualidade do jogo jogado, continua a haver muita gente a não conseguir acertar um remate, muita gente a tomar as opções mais parvas e descabidas na hora de decidir o que fazer à bola, e muita gente a falhar escandalosamente ocasiões para fazer golo.
É verdade que, como já é habitual nos nossos jogos, também os guarda-redes adversários primam sempre por grandes exibições e defesas impossíveis. Neste jogo, voltou a cumprir-se a regra: Cássio fez defesas do outro mundo e, como é habitual, também, defendeu bolas sem saber muito bem como. E quando não era Cássio, lá estava o defesa a safar, sobre a linha de golo...

O que é facto é que o jogo terminou sem que o Benfica tenha conseguido marcar, apesar de muitas ocasiões ter criado, e desperdiçado, em especial na 1.ª parte...

O prolongamento veio confirmar o sentido do jogo, sendo visível que o Rio Ave ia apostando tudo em não sofrer golos e em levar a decisão para os penalties, e o Benfica ia perdendo gás com o aproximar do fim do prolongamento.


Na decisão, nos pontapés da marca de grande penalidade, emergiu um herói improvável: Artur.
Artur que, no decurso do jogo nos provocou alguns arrepios, acabou por defender - sim, defender!... não foram os adversários que falharam... - três grandes penalidades, dando assim a Supertaça ao Benfica, mesmo sem ser necessário apontar o último pontapé da marca de grande penalidade!...



Vale o que vale, e Artur não passou a ser um grande guarda-redes pelo feito. Mas, pelo menos, desta vez pode dizer-se que cumpriu a sua missão...


Do jogo ficaram algumas certezas, como sejam a importância de Enzo Pérez na equipa (mesmo sem ter feito uma excepcional exibição...) e de Gaitán (embora tenha de ser mais objectivo e não inventar tanto, em especial quando não é preciso...), ou a necessidade imperiosa de reforçar as peças do ataque e aprimorar o seu desempenho, incluindo os lances de bola parada e os remates de longe, ou ainda a necessidade estrema de contratar um guarda-redes realmente capaz e um médio box-to-box, que tome conta de todo o miolo da nossa equipa.
É que, como disse Jorge Jesus no final do jogo, "esta foi a final mais fácil das três jogadas com o Rio Ave", nos últimos tempos...



Uma nota final, apenas para reiterar a ideia de termos feito uma pré-época miserável e de se estar a preparar a equipa com um amadorismo e uma navegação à vista que até dói!...

Amanhã falará, na BenficaTV, Luís Filipe Vieira. Dirá alguma coisa? Ou irá dar razão a quem acha que tem gerido a política de contratações e dispensas de forma miserável, pouco clara e sem qualquer tipo de rumo?...
A ver vamos. O
u tem explicação plausível e lógica para o que tem feito, ou confirmará, apenas, que, para a nação benfiquista, já está na porta de saída...

... A mim, já não me enganará mais...


.......................................................................................

BENFICA, 0 -  RIO AVE, 0  (3-2 após g.p.)
Final da Supertaça Cândido de Oliveira

10/08/2014, 20:45 horas, Estádio Mário Duarte (Aveiro), cerca de 30.000 espectadores.
Transmissão RTP1

ÁRBITROS: Duarte Gomes; Ricardo Santos e Venâncio Tomé; Luís Ferreira.

BENFICA:Artur; Maxi Pereira, Luisão, Jardel e Eliseu; Rúben Amorim, Enzo Peréz, Salvio (Bebé, 105 min.)  e Gaitán (Ola John, 100 min.); Talisca (Derley, 69 min.) e Lima.
Suplentes: Paulo Lopes, André Almeida, César, Ola John, Jara, Bebé e Derley.


RIO AVE: Cássio; Nuno Lopes (Wakaso, 89 min.), Marcelo, Prince e Tiago Pinto; Pedro Moreira (Diego Lopes, 55 min.), Tarantini e Filipe Augusto; Ukra, Hassan (Boateng, 55 min.) e Del Valle.
Suplentes: Ederson, Roderick, Diego Lopes, Wakaso, Bressan, Vilas Boas e Boateng.


MARCADOR: 0-0, Tarantini (defende Artur); 0-0, Derley (defende Cássio); 0-1, Filipe Augusto; 1-1, Lima; 1-2, Ukra; 2-2, Bebé; 2-2, Diego Lopes (defende Artur); 2-3, Luisão; 2-3, Tiago Pinto (defende Artur).
.......................................................................................



PS - Buonanotte Principessa...

domingo, 3 de Agosto de 2014

UM PERFEITO HORROR!!!...


A pré-época foi um perfeito horror!!!...
Tal como foi a sua programação, e tal como tem sido a política de dispensas e contratações...

E um perfeito horror foram, também, os jogadores que vimos evoluir durante a mesma...
Não só os reforços, mas também os que já conhecíamos...


O que vieram fazer para o Benfica os jogadores que foram contratados? Reforços, não vieram ser, de certeza!!!
Luís Felipe, César, Benito, Candeias, Djavan, Eliseu, Vitor Andrade, Bebé, Talisca, Derley... não tem qualidade, nem estofo mental, para jogar no Benfica!...
Destes, talvez possam ser úteis Derley, Bebé, Eliseu e Talisca... se mudarem muito, e para melhor, o que têm feito.

O que fazem no plantel aqueles que muitos chamam de pérolas da formação (João Cancelo, Lindelof, João Teixeira, Bernardo Silva, Nélson Oliveira, Ivan Cavaleiro...)? J. Jesus não tem razão quando diz que "tinham de nascer mais dez vezes"; teria se dissesse que teriam de "nascer mais vinte vezes"!
Destes, talvez Lindelof e Ivan Cavaleiro possam ser úteis... se continuarem a trabalhar.
Os outros... ficarão bem na equipa B, se se deixarem de merdas e de pensar que são os melhores deste mundo e do outro, e, sobretudo, se perceberem que futebol é um desporto colectivo, onde as vaidades individuais não cabem...

O que continuam a fazer no plantel jogadores como Artur, Sidney, Jara, Ola John, Steven Vitória, Carlos Martins, etc? Vão fazer pela vida, que isto aqui não é a Santa Casa da Misericórdia!...
Destes, talvez Jara e Ola John pudessem vir a dar jeito, se tirassem da cabeça muita da merda que lá têm dentro...
Artur (no jogo desta tarde com o Valência [1-3] deu dois frangos e meio e fez mais uma série de horripilantes disparates, que só não deram golo por acaso...), Sidney, Steven Vitória, Carlos Martins, Farinas e tantas outros, tem bom corpo para trabalhar... nem que seja nas obras!!!
Foda-ssseeeeeee!!!

Já escrevi anteriormente, e reafirmo-o, agora: LF Vieira até pode levar a equipa à vitória na Champions que, a partir desta época, não voltará a ter mais o meu voto. Mentiroso, embrulhão e a ganhar tiques de ditador, para mim deixou de ser pessoa grata no clube.
Eu quero ver na presidência do clube do meu coração alguém que não faça da mentira e jogo escondido e mal explicado, das alianças mal entendidas e da mediocridade tolerada, da falta de ambição e do amadorismo permanente, as suas companhias duradouras.
Quero que o meu presidente seja honesto, respeite os sócios, adeptos e simpatizantes do Benfica, permita e incentive o diálogo e a expressão de opinião própria, e que tenha por ambição vencer todas as provas, todos os anos, e não apenas a ciclos de 4 em 4 anos...

Por isso, LF Vieira, se te fores embora, fazes um grande favor ao Benfica.
Se não fores agora, vais na sequência das próximas eleições. Disso não tenhas dúvidas...

UMA G_R_A_N_D_E MERDA!!!......


Acabou esta tarde a pré-época do Benfica 2014-2015...
(Quer dizer, acabar propriamente, não acabou, na medida em que nem sequer terá havido uma pré-época; é que a pré-época faz-se com os jogadores com que se conta para a época regular, e no Benfica, uma vez mais, fez-se a pré-época com um camião de jogadores para se ver quem será emprestado ou dispensado...)

Na pré-época, a equipa fez 8 jogos.
Venceu 2 e perdeu 6!!! Marcou 6 golos e sofreu 14!!!
Os resultados:

          Benfica, 1 - Estoril, 0
          Benfica, 0 - Sporting, 1
          Marselha, 2 - Benfica, 1
          Benfica, 0 - Ajax, 1 (Eusébio Cup)
          Sion, 0 - Benfica, 2 (Valais Cup)
          Benfica, 0 - Atlético de Bilbau, 2
          Arsenal, 5 - Benfica, 1 (Emirates Cup)
          Benfica, 1 - Valência, 3 (Emirates Cup)

Resultados e exibições absolutamente miseráveis, tendo vencido jogos apenas com equipas manifestamente fracas, sendo que o Sion até se apresentou sem a maioria dos seus titulares...
Como aconteceu, aliás, com o Arsenal, que, mesmo assim, poderia ter construído um resultado recorde, tal foi a mediocridade da nossa exibição, em oposição à enorme quantidade de situações de finalização, fácil, criadas, mas não concretizadas, pelo adversário...

Esta pré-época serviu para provar que este Benfica é uma grande merda. Não uma merda, mas uma grande merda. Matematicamente comprovado.
No ano passado, a equipa campeã tinha alguns elementos de real valor, e tinha também muita merda. Neste interregno, aconteceram as saídas (e continuam a acontecer) da esmagadora maioria dos jogadores de valor. LFV e a sua equipe foram ao mercado e contrataram merda. Literalmente.
Portanto, se ficou quase só merda do ano passado e se contratou apenas merda, ficámos com uma grande merda. Matematicamente comprovado!

Vão-se foder, filhos de puta!!! Cabrões de merda!!!